Venha entender qual é o melhor método de dieta para não prejudicar sua saúde.

As festas do final de ano trazem alguns quilos a mais de presente. Depois de várias festas e banquetes compartilhados com a família e amigos, vem o peso na consciência e uma vontade de voltar à rotina normal de alimentação.

As pessoas já começaram a fazer dietas, mas muitas vezes são extremas, porque querem eliminar esses quilos extras que vieram no final do ano.

Um dos métodos mais usados são a desintoxicação, geralmente é ingerido apenas ervas, suplementos alimentares e produtos que se classificam como “naturais e muito líquido. Mas essa combinação pode ter efeitos nocivos para o organismo.

Consumir água e líquidos em excesso e usar produtos naturais é uma forma muito comum de limpar e purificar o corpo. Mas seu consumo também pode trazer inevitavelmente efeitos secundários

Não há bebidas e comprimidos não fazem mágica para desintoxicar o corpo. Os nossos próprio órgãos já se encarregam de desintoxicar o corpo continuamente, como a pele, os rins, o fígado e os intestinos.

A nutricionista e pesquisadora do Centro de Desenvolvimento de Inovação Alimentícia na Escócia relata que “a desintoxicação é um mito publicitário, não um fato nutricional. Ela requer jejum e consumo excessivo de líquidos, o que pode refletir numa perde de peso na balança, mas o que se elimita em muitos casos é apenas água, músculo e carboidratos que o corpo arameza, e não gordura.”

Quando a desintoxicação “acaba, a pessoa se sente mais cansada e com menos energia e é provável que esses quilos que ela perdeu voltem com rapidez.

O que fazer, então? Há outras formas melhores e saudáveis para eliminar o peso.

– Crie metas factíveis e que possam ser cumpridas. Por exemplo, perder um quilo por semana.

– Não corre atrás de dietas que prometem uma rápida eliminação de peso e que proíbem o consumo de alguns alimentos. Essa dieta não se sustenta e pode causar deficiências nutricionais.

– Se organize. Anote o que você come diariamente e isso fará com que você evite o consumo de alimentos que não são saudáveis. Também se planeje para comer alimentos saudáveis perto de você quando bater uma fome.

– Mude aos poucos a sua dieta para se adaptar a rotina. Por exemplo: comece a caminhar por 20 minutos todos os dias, aumente o consumo de frutas, até que isso se torne rotineiro para você.

– Evite as distrações quando estiver comendo, pois, você irá consumir menos do que estiver fazendo algo.

– Coma devagar, desfrute o sabor e mastigue bem a comida. O nosso cérebro precisa de 15 minutos para receber a mensagem do estômago de que está satisfeito.

-Procure ajuda. Sempre tenha um apoio de alguém, isso, faz uma grande diferença para que você não desista e não se esqueça do seu objetivo: perder peso comendo de maneira saudável.

Um fato muito importante quando você estiver preparando o que for comer é prestar atenção que os legumes e vegetais ocupem metade do prato, que um quarto do seu prato seja de proteína, como peixe, ovo ou carne magra e o outro quarto tenha amido, como batatas ou macarrão integral.

Outro ponto chave é variar, quanto mais cores no prato, mais nutrientes você irá ingerir. O consumo de frutas e vegetais precisa ser aumentado, pelo menos cinco porções por dia.

Você precisa entender que não há solução imediata e nem mágica, o importante é ir implantando as mudanças gradativamente e de maneira consciente.